Associação Portuguesa de Deficientes - Ilha da Madeira

O secretário regional de Educação manifestou ontem o seu apoio institucional à delegação regional da Associação Portuguesa de Deficientes. «Contem connosco, falem connosco e exijam de nós, no sentido positivo, porque seremos melhores se forem capazes de colocar as questões. Também precisamos desse estímulo e vamos fazer tudo aquilo que estiver ao nosso alcance, para correspondermos àquilo que esperam do que nós representamos», disse Francisco Fernandes.
A declaração foi feita na tomada de posse da nova direcção da Delegação da Madeira da Associação Portuguesa de Deficientes (APD), que passa a ser liderada por Filipe Renato da Silva Rebelo.

A cerimónia foi realizada na sede da APD, na presença do secretário regional de Educação, em representação do presidente do Governo Regional, do comissário António Vieira, representante do Comando Regional da PSP e de Marta Lopes, do Instituto do Desporto.
Francisco Fernandes elogiou a nova direcção por ter aceite este desafio de intervenção cívica e social, nomeadamente depois de algum tempo em que a associação não funcionou.

Na opinião de Francisco Fernandes, as instituições - como é o caso do Instituto do Desporto e da Direcção Regional de Educação Especial - necessitam de interlocutores que representem a sociedade ou alguns grupos, como é o caso deste tipo de associações.

Quanto ao trabalho desenvolvido pela APD, o secretário regional lembrou que, nas escolas, a inclusão social de deficientes tem resultado. Daí ter manifestado a sua satisfação por ver uma associação virada para esta área, o que, no seu entender, expressa bem o facto de esta política estar no bom caminho.
Francisco Fernandes defendeu que o associativismo é uma forma privilegiada de intervenção cívica e social e desejou todo o sucesso à nova direcção.


Filipe Renato Rebelo, por seu turno, disse que o principal objectivo da nova direcção é aumentar o número de sócios da APD.
Fonte e informação completa: Jornal da Madeira

Comentários

  1. A TODAS AS CRIANÇAS DEEM-LHES ESPERANÇA.......

    ResponderEliminar

Enviar um comentário