Farmácias Obrigadas a Terem os 5 Medicamentos mais Baratos no Mercado

As farmácias que não tenham disponíveis os cinco medicamentos mais baratos da substância activa que é prescrita numa receita vão ser fiscalizadas e penalizadas, avisou a ministra da Saúde.

O alerta de Ana Jorge foi lançado hoje, quarta-feira, na comissão parlamentar de saúde que decorreu esta manhã na Assembleia da República, onde a ministra salientou que a Autoridade Nacional do Medicamento (o INFARMED) vai reforçar a fiscalização às farmácias.

"Já está feito um pedido ao INFARMED para reforçar a capacidade de verificar quais as farmácias que cumprem", disse Ana Jorge em declarações aos jornalistas à saída da comissão.

A partir de Julho, os idosos com menos rendimentos terão direito a cem por cento de comparticipação dos medicamentos desde que o remédio em causa seja um dos cinco mais baratos com a substância activa prescrita.

Segundo a ministra, as penalizações em que incorrem as farmácias já estão contempladas na lei e podem ir desde multas até ao encerramento dos estabelecimentos.
Fonte: JN

Comentários